Tako

Sport perde para Chapecoense e volta ao Z4 da Série A

Derrota empurrou o Leão para a 17ª posição do Brasileirão e livrou os catarinenses da zona de rebaixamento

Por Hélio Carlos em 23/11/2018 às 14:19:49

Chapecoense x Sport Foto: Sirli Freitas/ACF

Mais do que uma simples derrota, o Sport sofre um revés diante de um concorrente direto na noite desta quinta-feira (22). Em atuação apagada, o Leão acabou derrota para a Chapecoense por 2x1, que também luta contra o rebaixamento. Com a derrota, os rubro-negro caíram para a 17ª colocação e voltaram para a zona de degola, permanecendo com 38 pontos. Já a equipe catarinense subiu para a 16ª e alcançou os 40 pontos. Restando duas rodadas para o fim da Série A, o Sport já não depende mais das suas próprias forças para se salvar da queda para a Série B, tendo ainda São Paulo e Santos pela frente. 

Dentro de campo, um primeiro tempo dos sonhos para os mandantes e desastroso para os visitantes. Irreconhecível, o Sport sofreu com o ataque catarinense do começo ao fim dos primeiros 45 minutos. Sem Sander, vetado de última hora pelo Departamento Médico, o treinador Milton Mendes resolver manter a escalação utilizada na derrota para o Flamengo, no último domingo (16), com Ernando na lateral esquerda. Mas, nada funcionou para os rubro-negros. 

Com apenas três minutos, Leandro Pereira (ex-Sport) tentou passe e a bola bateu no braço de Ernando e Leandro Pedro Vuaden marcou pênalti. Na cobrança, o próprio Leandro Pereira deslocou Mailson e abriu o placar. Sem tempo para o Sport conseguir reagir, Leandro Pereira ampliou aos sete minutos. Após cruzamento da direita, o atacante subiu entre os dois zagueiros e cabeceou sem chance Mailson: 2x0. 

Em seguida, uma sequência incrível de gols perdidos pela Chapecoense, explorando quase sempre as falhas do zagueiro Ronaldo Alves, que fez um primeiro tempo muito abaixo. A melhor chance do Sport veio aos 37 minutos. Em chute cruzado de Mateus Gonçalves, a bola ia em direção ao gol, mas o zagueiro Douglas salvou. 

Na etapa final, o quadro geral mudou um pouco, com a Chapecoense explorando mais os contra-ataques. Do outro lado, um Leão desesperado para diminuir a vantagem e voltar para o jogo. Ineficiente na frente, os pernambucanos não conseguiam criar chances claras, enquanto do outro lado os catarinenses continuavam a perder gols. Aos 18 minutos, Elicarlos teve uma das melhores chances, saindo de frente para Mailson e batendo rasteiro para a grande defesa do arqueiro. 

Como não conseguia resolver no coletivo, o Sport chegou ao gol no individual. Em boa jogada, Michel Bastos arriscou, a bola pegou na trave, nas costas do goleiro Jandrei e entrou: 2x1. Na pressão, o Leão passou a apostar nas bolas aéreas, mas sem êxito, saindo da Arena Condá derrotado e se complicando ainda mais na luta contra o rebaixamento.

Chapecoense 2

Jandrei; Eduardo, Douglas, Fabrício Bruno e Alan Ruschel (Roberto); Amaral, Márcio Araújo e Canteros; Wellington Paulista e Diego Torres (Elicarlos) e Leandro Pereira (Bruno Silva). 
Técnico: Claudinei Oliveira. 

Sport 1

Mailson; Cláudio Winck (Andrigo), Ernando, Adryelson e Sander; Marcão (Matheus Peixoto), Jair, Mateus Gonçalves (Marlone), Gabriel e Michel Bastos; Hernane Brocador. 
Técnico: Milton Mendes. 

Local: Arena Condá (em Chapecó). Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS). Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Jorge Eduardo Bernardi (RS). Gols: Leandro Pereira (aos três e sete do 1ºT). Michel Bastps (aos 18 do 2ºT). Cartões amarelos: Adryelson (Sport). Diego Torres e Alan Ruschel (Chapecoense).Público: 12.384. Renda: R$ 187.190,00.

Fonte: Folha PE